Eleições 2022: Danilo Cabral é o candidato ao Governo de Pernambuco pelo PSB

Agora é oficial: o deputado federal Danilo Cabral será o candidato ao Governo de Pernambuco pela Frente Popular nestas eleições. A confirmação veio do presidente nacional do partido, Carlos Siqueira, que esteve reunido no gabinete do governador Paulo Câmara na tarde desta sexta-feira (11), no Recife. No encontro, registrado na foto postada pelo governador nas redes sociais, além de Paulo Câmara e Carlos Siqueira, estavam presentes o agora candidato oficial, Danilo Cabral, e o prefeito do Recife, João Campos.

Carlos Siqueira anunciou através de suas redes sociais a notícia. “O pré-candidato do PSB ao governo de Pernambuco é o deputado federal Danilo Cabral”. De acordo com ele, a formalização e o anúncio oficial da candidatura acontecerão em breve. “Estamos muito felizes com a escolha. Vamos adiante”, comemorou o presidente. O prefeito João Campos também comentou a importância da escolha do deputado para a majoritária alegando que o país como um todo está atravessando um momento decisivo e que é preciso apontar caminhos firmes e que “renovem a esperança do nosso povo”. O presidente do PSB em Pernambuco, Sileno Guedes, elogiou a escolha de Danilo Cabral pela Frente Popular. Para ele, o deputado reúne todas as características necessárias para ocupar o cargo de futuro governador de Pernambuco.

Na última quinta-feira (03), o nome de Danilo Cabral foi apresentado durante uma reunião com o ex-presidente Lula em São Paulo. Durante o encontro, o PT abriu mão da candidatura do senador Humberto Costa ao governo do Estado, mas pleiteou uma vaga no Senado. Em entrevista à Rádio Clube AM, na última quarta-feira (09), Lula enalteceu o gesto de Humberto Costa, “abrindo mão da candidatura em prol do apoio a um partido aliado pela história que o PT tem com o PSB”. Segundo Lula, a aliança com o PSB é muito importante e estratégica. “Nós temos um projeto nacional que envolve estados importantes como Pernambuco, onde o PSB tem maior força e organização política. Mas esperamos ter reciprocidade do partido nos concedendo o direito de reivindicar uma candidatura ao Senado pelo PT”, disse o ex-presidente.

A decisão pelo nome de Danilo Cabral para a disputa ao Palácio foi cirurgicamente estudada pela Frente Popular. Com a desistência do ex-prefeito do Recife, Geraldo Júlio, ao cargo de governador, vieram à tona outros nomes além de Danilo Cabral como o secretário da Casa Civil, José Neto – que representaria um perfil mais técnico para o cargo -, e o deputado Tadeu Alencar. Porém, a escolha por Danilo Cabral atendeu ao chamado “perfil político”, por ser considerado uma liderança orgânica dentro do partido, a exemplo do próprio governador Paulo Câmara e de Geraldo Júlio.

Danilo Cabral, tem 54 anos, é formado em Direito e tem uma longa trajetória no PSB. Em seu terceiro mandato como deputado federal, Cabral está no partido desde a década de 1990. O deputado já foi secretário estadual de Educação, das Cidades, e de Planejamento. Também já foi secretário de Administração da Prefeitura do Recife. É auditor concursado do Tribunal de Contas do Estado (TCE). Em 2006 esteve à frente da vitoriosa campanha de Eduardo Campos ao governo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Chuvas deixam ao menos 30 mortos no Grande Recife, diz Defesa Civil

A Defesa Civil de Pernambuco disse, neste sábado (28), que ao menos 30 pessoas já morreram…