Eleições 2018: Vice-prefeito de Cabrobó confirma pré-candidatura a deputado estadual

0

Recém exonerado do cargo de Secretário de Finanças e Gestão Administrativa pelo prefeito Marcílio Cavalcanti (PMDB), o vice-Prefeito de Cabrobó, Pedro Caldas (PT) confirmou com a direção do partido a sua pré-candidatura. O petista mantém a disposição de concorrer a uma vaga na Assembleia Legislativa de Pernambuco nas próximas eleições.

Agora, com o aval do partido, Pedro começa a percorrer um longo caminho de construção dos alicerces para viabilizar-se para 2018.

Com uma herança familiar de atuação na política, o jovem advogado Pedro Augusto Caldas passou pelo primeiro teste eleitoral ao fortalecer com o seu nome a candidatura do então prefeito Marcilio Cavalcanti, eleito ano passado. A aliança, contudo, não parece perdurar, e o jovem político procura outros caminhos.

“O político deve estar conectado ao povo e ser homem de uma palavra só. Deve jogar limpo e aberto, evitando cair na vala comum. Eu não fugirei desse perfil, quem me conhece sabe disso”, declarou Pedro, ao comentar o seu afastamento do prefeito Marcílio e a exoneração do cargo de secretário.

Caldas conquistou enorme simpatia do eleitorado de todas as camadas sociais em Cabrobó e tem se mostrado atento às reclamações da população em relação aos rumos que o governo municipal tomou. Disse que não abre mão de priorizar o social e por isso se dispõe a lutar por uma vaga na Assembleia Legislativa.

Reconhecidamente nova força do Partido dos Trabalhadores com bom trânsito na região, o jovem advogado conta com o aval do deputado estadual e companheiro de partido Odacy Amorim (PT), que desde cedo enxergou em Pedro inúmeras potencialidades para o Sertão.

Também é observado com bons olhos pelo Senador Humberto Costa (PT), que recentemente o recebeu em seu gabinete em Brasília, onde trataram de demandas para o município de Cabrobó. Depois de muitos anos, a terra da cebola e agora da transposição tem agora uma real expectativa de em 2018 voltar a sonhar com um representante da terra na Assembleia Legislativa de Pernambuco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também