Dormentes (PE): Em primeira mão, Ministério Público Eleitoral pede cassação de registro de candidatura de Roniere Reis

1

O ministério Público Eleitoral entrou na 107ª Zona Eleitoral de Afrânio (PE) com um pedido de impugnação da candidatura de Roniere Reis, que concorre a eleição para prefeito em Dormentes (PE).

O MPE alega que Roniere Reis encontra-se inelegível por captação ilícita de sufrágio, decisão essa apresentada pelo TRE-PE referente as eleições de 2012, a qual implicaria a cassação de registro de diploma.

A decisão ainda cita “captação ou gastos ilícitos de recursos de campanha ou por conduta vedada aos agentes públicos em campanha eleitoral”.

A defesa do candidato pode apresentar contestação da denúncia, de acordo com o documento da Justiça Eleitoral de Pernambuco.

1 Comentário

  1. Lenício

    4 de outubro de 2020 em 12:59

    Amigos e amigas,

    A ação de impugnação de registro de candidatura movida pelo Ministério Público Eleitoral foi equivocado, ele se baseou em uma decisão do Tribunal Regional Eleitoral que não é mais válida.

    No pedido de impugnação, o Ministério Público fundamenta através da decisão do TRE-PE que, na época me condenou.

    Ocorre que essa decisão já foi reformada pelo Tribunal Superior Eleitoral, ou seja, o TSE reverteu a decisão. Essa decisão do TSE já transitou em julgado, não cabendo mais recurso.

    Nossos advogados já estão com a defesa pronta para esclarecer esse equívoco. Estou sereno e tranquilo, confiante de que tudo será esclarecido.

    Roniere Reis
    Candidato a Prefeito em Dormentes

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Em disputa familiar histórica, João Campos derrota Marília Arraes e é eleito prefeito de Recife (PE)

Com 447.913 votos (56,27%), João Campos (PSB), com 100% das urnas apuradas, venceu o segun…