Documentário premiado sobre o compositor João Silva será exibido nesta terça-feira (04) em Petrolina

0

O longa-metragem “Danado de Bom”, grande vencedor do Cine PE 2016, com os prêmios de melhor filme, fotografia, montagem e edição de som, o filme será exibido gratuitamente nesta terça-feira (04), a partir das 19h, no  CineTeatro Dona Amélia, do Sesc Petrolina. Dirigido por Deby Brennand, o documentário revela a trajetória de João Silva, parceiro constante de Luiz Gonzaga e um dos principais compositores brasileiros, autor de mais de 3 mil músicas.

O longa, de classificação livre, acompanha uma viagem de João de volta a Arcoverde, cidade onde nasceu, no Agreste de Pernambuco. Ele relembra sua jornada, de menino andarilho, semianalfabeto, a compositor de sucessos como “Pagode Russo”, “Nem se despediu de mim” e “Danado de Bom”. “Além de ter sido um dos maiores parceiros de Gonzaga, foi produtor de seus discos de maior sucesso. Quando Gonzaga passava por um período difícil na carreira, produziu o LP ‘Danado de Bom’, quando conseguiu atingir a marca de um milhão de cópias vendidas”, conta a produtora do filme, Marianna Brennand Fortes.

Dominguinhos, Trio Nordestino, Elba Ramalho, Mariana Aydar, Zeca Baleiro, Gilberto Gil e Lenine participam do filme com depoimentos ou em interpretações das músicas de João Silva, que faleceu antes de ver o documentário finalizado. “É uma oportunidade para as pessoas conhecerem esse importante parceiro de Luiz Gonzaga, e o reconhecerem como compositor de canções que fazem parte da história da música popular brasileira”, ressalta o instrutor de atividades artísticas do Sesc Petrolina, André Victor Brandão.

“Danado de Bom” é uma coprodução entre Mariola e Inquietude. Além de ter na direção Deby Brennand e na produção, Marianna Brennand Fortes, a película conta com produção executiva de Carolina Benevides e produção associada dee Roberta Jansen. O filme foi exibido no Cine PE e nos festivais É Tudo Verdade, 8º IN-EDIT Brasil, no qual obteve menção honrosa do júri, e 9º Festival de Cinema de Triunfo-PE, quando conquistou o prêmio de melhor longa-metragem da Mostra Competitiva Nacional e melhor trilha sonora pelo júri popular.

JOÃO SILVA

Nascido em 16 de agosto de 1935 em Arcoverde, Pernambuco, aos 17 anos mudou-se para o Rio de Janeiro. Compôs mais de 3000 músicas, se tornou um dos principais parceiros de Luiz Gonzaga a partir dos anos 1960.Também trabalhou com João do Vale, Onildo Almeida, Rosil Cavalcante, Severino Ramos, Bastinho Calixto, Pedro Maranguape, Zé Mocó, Pedro Cruz, Dominguinhos, Sebastião Rodrigues e outros. Entre seus principais sucessos, estão “A mulher do sanfoneiro”, “Danado de bom”, “Pagode russo”, “Nem se despediu de mim”, “Meu Araripe”, “Uma pra mim outra pra tu” e “Pra não morrer de tristeza”, que já teve cerca de 40 gravações. Como produtor, produziu discos de Luiz Gonzaga, Trio Nordestino e Jackson do Pandeiro entre outros. Atuou também como arranjador. João Silva faleceu em dezembro de 2013, antes de o filme ser concluído.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Agora é lei: bares e restaurantes terão que fixar cartazes de combate a violência contra a mulher em Pernambuco

Agora é lei: bares, restaurantes e casas de espetáculo são obrigados, a partir de agora, a…