Diretor do SAAE participa de reunião para discutir o ‘Programa Água Doce’ em Juazeiro

doce

Nesta segunda-feira (13), o diretor-presidente do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) de Juazeiro, Joaquim Neto, o diretor de divisão do interior, José Inaldo do Nascimento, e o especialista da Secretaria de Meio Ambiente do Estado da Bahia (SEMA), Magno Monteiro reuniram-se para discutir a atualização das informações referentes ao ‘Programa Água Doce’, como também, definir as localidades que serão visitadas.

De acordo com o especialista da Secretaria de Meio Ambiente do Estado (SEMA), 98 localidades do município foram diagnosticadas, sendo que 20 serão visitadas e 16 delas contempladas. “Agora vamos passar para outra etapa que é a vinda de um técnico da CERB. Esse irá visitar os locais para identificar as reais necessidades, bem como analisar as condições dos poços existentes e dos sistemas de dessalinização”, explicou Magno Monteiro.

O diretor-presidente do SAAE, Joaquim Neto, explicou que com o programa será possível tornar os sistemas de dessalinização autossustentáveis, por meio da capacitação de agentes locais multiplicadores. “Toda localidade deve se comprometer com a manutenção de todo o sistema, já que a gestão será compartilhada entre o governo municipal e moradores. Uma ou duas localidades disponibilizarão área para a instalação dos tanques de contenção ou para a instalação dos sistemas produtivos integrados. O Programa ainda tem o compromisso de garantir o uso sustentável dos recursos hídricos promovendo a convivência com o semiárido a partir da sustentabilidade ambiental”, explicou Neto.

Joaquim Neto lembrou ainda que o efluente do dessalinizador (concentrado) que antes era um problema para as comunidades, agora com o ‘Programa Água Doce’ passará a ser usado na criação de peixes, como também no aproveitamento da irrigação da erva-sal (Atriplex nummularia) que é utilizada na produção de feno para alimentar os caprinos e ovinos da região.

O Programa é uma ação coordenada pelo Ministério do Meio Ambiente, por meio da Secretaria de Recursos Hídricos e Ambiente Urbano, em parceria com instituições federais, estaduais, municipais e sociedade civil. Visa estabelecer uma política pública permanente de acesso a água de boa qualidade para o consumo humano, promovendo e disciplinando a implantação, recuperação e gestão de sistemas de dessalinização ambiental e socialmente sustentáveis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Jovem morre após troca de tiros com a polícia no bairro João XXIII em Juazeiro (BA)

No início da madrugada dessa terça-feira (05), no bairro Alto do Cruzeiro, em Juazeiro (BA…