Diocese de Juazeiro (BA) decide que igrejas podem voltar a abrir gradualmente para fiéis a partir de 16 de agosto

0

No dia 16 de agosto, domingo no qual os católicos celebrarão a solenidade da Assunção da Virgem Maria, a Diocese de Juazeiro (BA) dará um passo importante para a retomada gradual das celebrações litúrgicas e demais atividades religiosas interrompidas por conta da pandemia da Covid-19. Por meio de nota pastoral publicada pelo bispo diocesano Dom Beto Breis, a retomada será válida para todas as paróquias que compõem o território diocesano, respeitando o protocolo de saúde dos municípios e as Orientações Litúrgico-Pastorais para o retorno às atividades presenciais da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), para evitar qualquer tipo de risco à vida dos fiéis e do clero.

“Decorridos quatro meses e ouvindo atentamente o parecer dos membros do Colégio de Consultores e Conselho Presbiteral de nossa Diocese, decidimos iniciar, a partir do domingo 16 de agosto, Solenidade da Assunção de Maria, o processo paulatino de retomada das celebrações e demais atividades de nossa Diocese”, expressou Dom Beto Breis na nota publicada.

No texto, Dom Beto assegurou que a retomada “em cada município abrangido pela diocese deve adequar-se às determinações das autoridades locais”. O religioso, contudo, ressaltou que “situações de agravamento da pandemia em todo o território da Diocese pode levar-nos a prorrogar por mais um período a suspensão das atividades”.

Em Juazeiro, cidade sede da Diocese, portanto, deverão ser seguidas as normas definidas por decreto municipal que estabelecem que “as missas e outras celebrações religiosas poderão acontecer, desde que, com ocupação máxima de 40% dos espaços disponíveis, controle no acesso, distanciamento mínimo de 2 metros entre as cadeiras ou ocupantes dos assentos em bancos, disponibilização de álcool em gel na entrada e saída, além do uso de máscaras por todos os presentes”.

Idosos ainda não poderão participar das celebrações

Juntamente com a nota Dom Beto publicou uma Carta dirigida aos fiéis idosos da Diocese (clique para baixar). Uma forma de expressar carinho e respeito, mas também expressar as motivações que ainda impedirão os mesmos de poderem participar das liturgias. “Seguindo orientações das autoridades sanitárias, nessa primeira fase ainda não permitiremos a participação dos fiéis com idade acima dos 60 anos e do chamado grupo de risco. Sei que isso lhes provoca dor e angústia, mas desejo que compreendam como forma de carinho e cuidado com vocês”, escreveu.

“Nesse momento delicado, pedir-lhes encarecidamente que aguardem mais um tempo para unirem-se aos demais em torno das mesas da Palavra e da Eucaristia e dos serviços pastorais é uma forma concreta de dizer-lhes o quanto nós os amamos e quanto nos importamos com suas vidas e bem-estar”, acrescentou Dom Beto.

A Nota que autoriza a reabertura gradual das igrejas para as celebrações pode ser lida na íntegra logo abaixo e sua versão original pode também ser baixada AQUI.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Vereador Aero Cruz comemora mudança de vida dos permissionários do Centro Gastronômico Iracy Sobral em Petrolina

As barracas improvisadas e o esgoto a céu aberto que abrigavam comerciantes no centro de P…