Desemprego bate recorde na Bahia em 2020, diz IBGE

A Bahia bateu recorde em desemprego, entre 20 estados brasileiros em 2020, diz o  IBGE.  As maiores taxas médias do ano foram registradas em estados do Nordeste e as menores, no Sul do país. Na passagem do terceiro para o quarto trimestre, desemprego recuou em apenas cinco estados.

A Bahia teve o maior percentual, chegando a 19,8%. Já o Rio Grande do Sul registrou média de 9,1%.

Pela primeira vez, menos da metade da população em idade para trabalhar estava ocupada no país. O índice de ocupação ficou em 49,4%.

Conforme divulgado anteriormente pelo IBGE, o país encerrou o 4° trimestre de 2020 com cerca de 5,8 milhões de pessoas desalentadas, que são aquelas que desistiram de procurar emprego, embora tivessem condições de assumir um trabalho caso surgisse uma oportunidade. O maior número de pessoas nesta condição estava na Bahia – 813 mil desalentados, o que corresponde a 14% de todo o contingente em desalento no país.

Na média nacional, o percentual de desalentados em relação à força de trabalho foi de 5,5%. No Maranhão e Alagoas, essa proporção mais que triplicava – 20,7% e 18,4%, respectivamente. Já os menores percentuais foram registrados por Mato Grosso (1,4%), Santa Catarina e Distrito Federal (ambos com 1,5%).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Coronavírus: Jovens na UTI já são maioria e necessidade de ventilação mecânica bate recorde

Pela primeira vez desde o início da pandemia da Covid-19, as internações em UTI (Unidade d…