Deputada Dulci Amorim defende o programa pacto pela água e ataca o ex-prefeito de Petrolina (PE) Miguel Coelho

O povo sertanejo, assim como eu, que cresci em área de sequeiro, sabe muito bem que qualquer iniciativa sólida para garantir segurança hídrica é válida. Por isso, me causou estranhamento o posicionamento do pré-candidato dessa mesma região, que tem como bandeira “defender” o povo pernambucano da Compesa, mas que, na prática, fez em Petrolina a política do “farinha pouca, meu pirão primeiro”, quando não quis que a cidade integrasse a regional com os municípios vizinhos, para que o lucro obtido na Capital do Sertão do São Francisco não seja utilizado para garantir melhorias para toda a região, conforme orienta o Marco do Saneamento. Marco esse aprovado quando ele e toda sua família ainda parecia estar na base do presidente Bolsonaro. O que Miguel queria mesmo era privatizar o sistema de água e esgoto. Será que essa é a proposta dele para o Estado de Pernambuco? Acabar com a Estatal pernambucana?

A criação do Pacto pela Água, proposta de Danilo Cabral, pré-candidato ao Governo de Pernambuco, mostra o compromisso da Frente Popular com a melhoria da qualidade de vida da população pernambucana. Ao trazer a gestão do programa para si, o pré-candidato a governador da Frente Popular mostra compromisso com os pernambucanos. Indo além das críticas e deboches da oposição.

O filho do ex-líder do governo Bolsonaro, o ex-prefeito Miguel Coelho, infelizmente não tem argumento para realizar “deboche” sobre o Pacto Pela Água, já que sua família protagoniza como uma das principais articuladoras da venda do Rio São Francisco. Além da idealização da proposta de privatização da Eletrobras – e da Chesf -, defendida pelo Governo Bolsonaro e pela família dele, ainda vai fazer a entrega da vazão do São Francisco para o setor privado, com consequências gravíssimas para o abastecimento d’água de boa parte do Nordeste, inclusive para o sertão pernambucano.

É preciso destacar que o Governo do Estado vem fazendo fortes investimentos no abastecimento d’água e em saneamento. Só neste ano, serão R$ 1,3 bilhão investidos. E nós vamos avançar ainda mais na captação de água e na integração das bacias e barragens, melhorando a distribuição para chegar nas casas das pessoas com mais eficiência, frequência e qualidade.

O pré-candidato a governador, Danilo Cabral, também se comprometeu a garantir o acesso de mais pessoas em situação de vulnerabilidade à tarifa social, demonstrando sensibilidade às demandas do povo pernambucano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Petrolina (PE): Em resposta à cobrança de estudante, Guarda Civil Municipal diz que intensificará trabalho de segurança no entorno da Univasf

A Guarda Civil Municipal de Petrolina enviou uma nota em resposta à matéria publicada no b…