Daniel Alves, multicampeão, chega a 42 títulos com o ouro do Brasil em Tóquio

Com a camisa 13 nas costas e a faixa de capitão no braço, Daniel Alves jogou todos as partidas como titular, e foi decisivo para a conquista do ouro. Em campo, passou instruções, corrigiu erros de posicionamento e deu tranquilidade nos momentos necessários. Fora dele, ofereceu conselhos da bola e da vida, mas também foi um líder pelo exemplo do grande profissional que é.

O resultado não poderia ser melhor e coroa uma carreira já tão vitoriosa. O 42º título do jogador é a medalha de ouro em Tóquio 2020, mas além disso, o título olímpico oferece a Daniel Alves de jogar pelo menos mais uma Copa do Mundo pelo Brasil. O jogador estava nos planos de Tite para a Copa América, mas uma lesão o tirou da competição.

Depois da cereja do bolo na Olimpíada, só falta uma Copa do Mundo no currículo do atleta. Ainda é cedo para pensar nos 23 jogadores que serão chamados para o torneio no Catar, mas é inegável que, após a conquista do ouro, Daniel Alves ganha força e moral com Tite. É um dos aprovados neste “vestibular” que foram os Jogos Olímpicos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Petrolina (PE): Confira os polos para atender demandas da população em Dia D da Vacina contra a Covid-19 neste sábado (25)

Para atender as demandas foram programados os seguintes polos: Por meio de agendamento: Va…