Covid-19: Primeira usina de oxigênio é instalada no Hospital de Campanha em Petrolina (PE)

A Prefeitura de Petrolina continua investindo em equipamentos para o combate da COVID-19. Nesta terça-feira (18), foi concluída a instalação da primeira Usina de Oxigênio do município. O equipamento gera, em média, 15 mil metros cúbicos de oxigênio por mês.

A unidade fez o redirecionamento dos 100 leitos disponíveis. Agora, 20 serão utilizados como suporte ventilatório pulmonar não invasivo e 80 continuarão para assistência intermediária.

Todo o Hospital de Campanha possui rede própria de oxigênio canalizada e, a partir de segunda-feira (24), atenderá pacientes que apresentarem piora no quadro respiratório que necessite de suporte ventilatório não invasivo e invasivo, estado de choque e instabilidade hemodinâmica até que seja feito o remanejamento para unidade de referência hospitalar que possua UTI para COVID-19.

“Desde o começo da pandemia a gestão municipal não vem medindo esforços para garantir toda a assistência para os petrolinenses. A compra de testes rápidos, o nosso Hospital de Campanha, contratação de profissionais, são alguns exemplos de investimentos que fizemos no último ano. A Usina de Oxigênio é muito importante, pois garante o fornecimento do gás hospitalar necessários para o atendimento da COVID-19, salvando vidas. Essa ação da gestão municipal é uma importante ferramenta para continuarmos atendendo as demandas dos pacientes”, destacou a secretária de Saúde, Magnilde Albuquerque.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Juazeiro (BA): Instituto de Previdência lança campanha alertando sobre violência financeira contra idosos

Idosos que não têm acesso aos seus cartões bancários ou são forçados a fazer empréstimos p…