Covid-19: Fiocruz recomenda que 90% da população esteja vacinada com segunda dose para que haja carnaval em Salvador (BA)

A Fundação Oswaldo Cruz – Instituto Gonçalo Moniz (Fiocruz Bahia) – recomendou que o carnaval de 2022 só seja realizado em Salvador quando 90% da população estiver vacinada com a segunda dose. Além disso, o órgão destacou que é importante estimular a imunização, principalmente entre os jovens.

A orientação foi encaminhada por ofício à Comissão Especial de Acompanhamento da Retomada dos Eventos, da Câmara Municipal de Salvador. O documento foi divulgado durante uma audiência pública, realizada na terça-feira (23).

No ofício, a Fiocruz Bahia detalhou que tem usado o parâmetro de 80% das pessoas com o esquema vacinal completo (as duas doses, ou a vacina de dose única), para que se tenha segurança na realização de eventos.

No entanto, pelo fato do carnaval ser um evento de massa, com muitas aglomerações e circulação de pessoas – incluindo turistas de outros estados e países –, a fundação considera ainda mais adequada a vacinação de 90% das pessoas com esquema completo, antes da realização da festa.

A fundação indicou também a necessidade do controle do passaporte da vacina – já que no carnaval o país tenderá a receber muitas pessoas não vacinadas dos Estados Unidos e da Europa, que podem considerar o Brasil um bom destino para os grupos antivacinas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Juazeiro (BA): APLB Sindicato exige da SEDUC celeridade no cumprimento de direitos garantidos aos trabalhadores em educação 

A APLB Sindicato emitiu nota para cobrar da Secretaria de Educação de Juazeiro (BA) celeri…