Coronavírus: Produtos com preços abusivos serão recolhidos e estabelecimentos deverão ser fechados em Petrolina

A partir de quarta-feira (18), o Procon de Petrolina (PE) atuará na fiscalização dos estabelecimentos que estiverem vendendo  produtos com preços abusivos  por conta pandemia do  coronavírus.

“Nós estamos autorizando o Procon a poder atuar em todas as denúncias de preços abusivos e fechar o estabelecimento”, salientou o prefeito Miguel Coelho durante coletiva de imprensa na note desta segunda-feira (16).

Segundo o gestor, o Procon poderá fazer o recolhimento do material ou qualquer um outro, terá o poder de polícia de fechar o estabelecimento, multar ou fazer qualquer medidas punitivas que o Procon e a Procuradoria municipal acharem necessários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Mãe procura por filho desaparecido há 6 dias em Petrolina (PE)

Um adolescente de 14 anos de idade, identificado como João Vitor Reis da Silva,  está desa…