Com 90% de casos graves entre quem não tomou duas doses, Pernambuco tem 431 mil com esquema atrasado

Nove entre cada dez pessoas que desenvolveram casos graves de Covid-19 em Pernambuco, no mês de julho, não completaram o esquema vacinal contra o coronavírus com a segunda dose. Além disso, quase 431 mil estão com a dose de reforço atrasada.

Os dados foram apresentados pelo secretário estadual de Saúde, André Longo, em coletiva de imprensa, nesta quarta-feira (25). O governo também anunciou a realização de eventos-testes com até 1,2 mil pessoas a partir de setembro e o aumento de carga para eventos sociais, corporativos e esportivos.

Segundo Longo, 58% dos pacientes de casos graves de Covid-19 em julho no Estado não tinham tomado nenhuma dose do imunizante e os outros 32% haviam recebido apenas a primeira.

“Esses dados dão a real importância da vacinação, de se vacinar com o ciclo completo e tomar as duas doses no momento certo”, disse o secretário, ao relembrar que a população deve ficar atenta ao cronograma de imunização do seu município.

O secretário também informou que há um total de 430.966 pessoas no Estado que ainda não tomaram a segunda dose e, por isso, são considerados “atrasados” na conclusão do esquema vacinal.

Desses quase 431 mil, 255.034 ainda não receberam a segunda dose da vacina da AstraZeneca, que tem intervalo de 60 a 90 dias para o reforço. Outros 120.693 precisam tomar a segunda dose da CoronaVac, cujo prazo entre doses é de 21 a 28 dias. Já 55.239 têm a segunda dose da Pfizer, com intervalo de 90 dias, atrasada.

“Estamos falando da necessidade de uma terceira dose. É óbvio que para chegar na terceira temos que tomar a segunda. Quem está no grupo de pessoas que não se vacinaram, chegou o momento. Os dados reforçam a necessidade do ciclo vacinal completo”, acrescentou Longo.

André Longo também afirmou se natural o recebimento da terceira dose da vacina contra a Covid-19, que teve início da aplicação confirmado pelo Ministério da Saúde para 15 de setembro.

“Vamos, em reunião com o ministro, cobrar a necessidade de inserir os trabalhadores de Saúde, que se vacinaram em janeiro, neste início da aplicação da terceira dose”, disse.

Pernambuco tem aproximadamente 1,2 milhão de idosos com mais de 60 anos – a imunização com a terceira dose, inicialmente, será para a população a partir de 70 e imunossuprimidos. Já os profissionais de Saúde são cerca de 300 mil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Juazeiro (BA) divulga cronograma de vacinação contra Covid-19 desta terça-feira (21)

A Prefeitura de Juazeiro, através da Secretaria de Saúde (Sesau), vai avançar na vacinação…