Coluna Literária do Domingo

É madrugada, há um silêncio no ar…
por um instante o soluço parou, a tristeza dormiu e o pranto cessou!

Na barra do novo dia
brilha sorridente o sol da alegria.

O ventre da terra contraiu-se, a natureza gemeu em santo parto,
reuniram-se todos os átomos da força energética da vida…

O túmulo rompeu-se e a pedra rolou!
Eis que de pé, vitorioso, renasce Jesus!

A vitória será sempre da VIDA!
E cada esforço, cada luta, cada gota de sangue derramado, pela justiça não terá sido em vão…

A última palavra será: RESSURREIÇÃO!

Poema de Zé Vicente – Grande cantor e compositor da igreja católica.

Fechado para comentários

Veja também

Bahia: Aneel autoriza reajuste médio de 1,53% para tarifa de energia elétrica 

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) autorizou um reajuste médio de 1,53% para a…