Codevasf celebra Dia Nacional em Defesa do Rio São Francisco e promove peixamentos em Petrolina (PE) e Juazeiro (BA)

0
code
Os municípios de Petrolina (PE) e Juazeiro (BA) celebraram o 3 de junho, Dia Nacional em Defesa do Rio São Francisco, com um peixamento simbólico promovido pelo Centro Integrado de Recursos Pesqueiros e Aquicultura de Bebedouro (CIB), órgão vinculado à 3ª superintendência regional da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), sediada em Petrolina. Foram inseridos na região 45 mil alevinos: 25 mil a partir da margem pernambucana e outros 20 mil do lado baiano do rio.
O peixamento em Petrolina contou com a participação de alunos do 2º ao 5º anos do ensino fundamental do Colégio Educar. David Rodrigues, do 5º ano, frisou que o rio é importante para todos e merece ser cuidado. “Foi legal participar. O rio merece e isso é bom para todo mundo”, disse. Maria Eduarda, também do 5º ano, estava contente por colaborar com o revitalização do São Francisco. “O peixamento é importante para o rio ter vida, para ter mais reprodução. O São Francisco representa a vida de Petrolina”, enfatizou.
A professora Celsa Cabral, da turma do 4ª ano da escola, avalia que a ação ajuda no dia a dia em sala de aula em temas como proteção do ecossistema e do meio ambiente. “Hoje estamos orientando para que eles fiquem mais atentos a essa questão da poluição, a não jogarem lixo na rua. A gente ensina para que eles passem futuramente para os filhos e netos”, disse Celsa.
De acordo com o chefe do CIB, Rozzanno Figueiredo, a Codevasf tem envolvido a sociedade em ações de peixamento para ressaltar a importância da preservação da vida no São Francisco. “A presença das crianças é uma tradição a que iremos dar continuidade. Realizar continuamente peixamentos para promover a vida no rio é algo que não terá fim se depender de nossa atuação”, afirmou.
Revitalização
Desde 2011 a Codevasf investe cerca de R$ 2,7 bilhões em ações de implantação, ampliação ou melhoria de sistemas públicos de esgotamento sanitário; ligações intradomiciliares; recuperação e controle de processos erosivos; coleta, tratamento e destinação de resíduos sólidos; abastecimento público de água em comunidades ribeirinhas e implantação de Centros Integrados de Recursos Pesqueiros e Aquicultura. Os recursos são do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), no âmbito do Programa de Revitalização da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco – coordenado pelo Ministério do Meio Ambiente em parceria com o Ministério da Integração Nacional e outros órgãos do governo federal.
Em Petrolina a Companhia tem investimentos da ordem de R$ 65 milhões, repassados à Compesa (Companhia Pernambucana de Saneamento) para a construção da nova estação de tratamento de esgoto da área central de Petrolina. “A gente tem essa importante missão que é a proteção do rio São Francisco, com ações como a de esgotamento sanitário em toda a calha do rio”, disse o gerente de revitalização de bacias hidrográficas na Codevasf em Pernambuco, Elijlama Augusto Beserra.
Semana do Meio Ambiente
A programação do Dia em Defesa do Rio São Francisco integrou a III Semana do Meio Ambiente promovida pela Unidade Regional de Meio Ambiente da 3ª superintendência regional da Codevasf, em Petrolina. A ação também teve uma atenção especial ao bioma Caatinga; empregados da Codevasf visitaram o Centro de Conservação e Manejo de Fauna da Caatinga (Cemafauna), ligado ao campus de Petrolina da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

‘Lápis na Mão – Em Casa’ mobiliza escolas e alunos de Juazeiro (BA)

“Educação em tempos de pandemia: um aprendizado que envolve criatividade.” Este é o tema d…