Cientistas criam máscara que brilha quando tem contato com coronavírus

Pesquisadores japoneses criaram uma máscara que brilha sob a luz ultravioleta quanto tem contato com o coronavírus. O material foi criado usando anticorpos de avestruz — os animais têm grande resistência ao vírus, por isso foram escolhidos para o estudo.

Os voluntários que participaram dos testes usaram as máscaras por oito horas. Os cientistas retiraram o filtro e passaram um spray com o produto que reage à luz violeta caso o vírus esteja presente. Os itens de proteção utilizados por pacientes que estavam com Covid-19 mostraram a presença do vírus nas regiões do nariz e da boca.

Os cientistas pretendem avançar na pesquisa, desenvolvendo máscaras que brilhem automaticamente ou com o uso de luz de LED comum, sem necessidade da luz ultravioleta.

 O professor Yushiro Tsukamoto, um dos cientistas da Kyoto Prefectural University responsável pela pesquisa, conta que as máscaras funcionam tão bem que ele descobriu que estava com Covid-19 ao testar um dos protótipos: o item brilhou e, em seguida, o diagnóstico foi confirmado por meio de um exame. (Metrópoles)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Petrolina (PE): Leitor exige que Compesa faça manutenção asfáltica na Avenida Nordeste, entre José e Maria e Loteamento Dona Alexandrina

Um leitor encaminhou uma denúncia para o Blog Edenevaldo Alves nesta terça-feira (18), par…