Chefe da OMS adverte o Brasil que situação com a Covid ‘é muito séria’

O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, advertiu nesta sexta-feira (5) o Brasil que a situação sanitária “é muito séria” e instou ao país tomar “medidas agressivas” para conter o novo repique da pandemia do coronavírus.

“A situação é muito séria e estamos muito preocupados. As medidas sanitárias que o Brasil tomar deveriam ser agressivas, ao mesmo tempo em que avança na vacinação”, disse o chefe da OMS durante coletiva de imprensa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Coronavírus: Jovens na UTI já são maioria e necessidade de ventilação mecânica bate recorde

Pela primeira vez desde o início da pandemia da Covid-19, as internações em UTI (Unidade d…