Catadores que irão trabalhar no Carnaval de Juazeiro participam de reunião na Sedis

0

Catadores Sedis

A Prefeitura de Juazeiro, através da Secretaria de Desenvolvimento e Igualdade Social/Sedis, está realizando desde o dia 04 o cadastramento dos catadores de recicláveis que irão trabalhar no Carnaval de Juazeiro. Nessa quarta-feira, 06, duas cooperativas de catadores estiveram no setor da secretaria responsável pelo “ACESSUAS Trabalho” para cadastrar seus membros e explicar melhor como acontece o serviço durante a folia de Momo.

A participação dos catadores no Carnaval de Juazeiro, que acontecerá de 21 a 24 de janeiro, é realizada através da parceria entre as cooperativas e a Prefeitura. O município cede galpão, caminhão, combustível e motorista para a cooperativa. Além disso, apoia com alimentação, ponto de apoio e equipamento individual de proteção, a exemplo de calça, camisa, bota, protetor auricular, luva, óculos, alimentação e água.

O coordenador da Cooperativa de Catadores de Juazeiro, Clério Jatobá, informou que tão logo os produtos catados sejam vendidos, os cooperados recebem o pagamento. “Este ano também vamos inserir os catadores que ainda estão avulsos em nossa cooperativa e mostrar-lhes as vantagens de fazer parte, entre outras, como deixar para trás a figura do atravessador. Organizados, terão como agregar valor aos seus produtos e entregar diretamente à industria”.

Jatobá – que também é representante da ONG Pangea/Centro de Estudos Socioambientais – ressalta que os catadores vão recolher plástico e papelão, itens que geram mais lucro. O projeto acontece pelo terceiro ano consecutivo e tem a pretensão de cadastrar 80 catadores.

A coordenadora do “ACESSUAS Trabalho”, Maria Quitéria Lima, é quem está à frente do trabalho com os catadores. Ela acredita que a cada ano o trabalho vem melhorando porque os cooperados têm valorizado o trabalho. “Nós fazemos um acompanhamento junto a eles durante todo o ano e é muito gratificante ver o resultado. Este Governo valoriza o ser humano e isso nos emociona. A SEDIS tem realizado um trabalho permanente junto aos catadores e às pessoas em vulnerabilidade, pois eles realizam um trabalho muito importante, que melhora o ambiente onde nós vivemos e algumas pessoas nem se dão conta disso”, afirma Quitéria.

O cadastramento dos catadores continua até o dia 15 de janeiro na Sedis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Carreta quebrada na Ponte Presidente Dutra provoca extenso engarrafamento nesta terça-feira (01)

Um extenso engarrafamento ocorre no final da manhã desta terça-feira (01), na Ponte Presid…