Caso Beatriz:  Presidente da OAB Petrolina (PE) reforça compromisso com investigação da conduta de advogado do homem acusado de matar criança

O Presidente da OAB Petrolina (PE), Marcílio Rubens esteve no Programa Edenevaldo Alves (Petrolina FM) nesta terça-feira (08), e disse quais têm sido os procedimentos  que a entidade tem adotado para acompanhar o advogado de defesa de Marcelo Silva, 40 anos,  acusado de matar Beatriz Mota, 7 anos,  em Petrolina (PE).

Marcílio afirma que a  população estava solicitando que a OAB se posicionasse sobre o assunto, então, a entidade  realizou uma vídeoconferência com os pais de Beatriz e o presidente da OAB Pernambuco, Fernando Ribeiro para tratar do caso. No encontro virtual,  Lucinha esclareceu os fatos que estavam acontecendo que poderiam, eventualmente, comprometer a sequencia processual, investigação e esclarecimentos dos fatos, e a OAB adotou medidas para acompanhar a atuação do advogado.

 “A OAB  designou um conselheiro estadual para acompanhar os atos praticados pelos advogados envolvidos no processo, são situações que correm em sigilo, não se pode divulgar, mas a  OAB investigará, e eventualmente, se houver preceitos éticos, certamente esse advogado terá instaurado contra si um procedimento administrativo disciplinar para eventuais punições,  mas de toda sorte, se houve qualquer tipo de infringência sobre à sequência do processo, há todas as garantias que o próprio magistrado do caso pode ou determine algum tipo de intervenção”, disse, acrescentando que a  OAB cabe averiguar o comportamento dos advogados para garantir que esse comportamento esteja dentro daquilo que estabelece os estatuto de ética da advocacia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Prazo de inscrições para o Enem 2022 termina neste sábado (21)

Termina, às 23h59 (horário de Brasília) deste sábado (21), o prazo de inscrição para o Exa…