Caso Beatriz: Lucinha Mota acusa governador Paulo Câmara de ser cúmplice da criminalidade: “Ele tolera a impunidade”, dispara

Lucinha Mota, mãe de Beatriz Angélica acusou o governador Paulo Câmara durante visita a Petrolina (PE) nesta quinta-feira (12) de ser conivente com a impunidade, com relação ao crime contra a garota e de impedir que peritos americanos investiguem o caso;

Este governo tolera a impunidade, é cúmplice da criminalidade, essa morte de Beatriz é do governo de Paulo Câmara. Vocês estão com medo que os peritos americanos descubram? Vocês estão protegendo os assassinos de minha filha.  “, disparou.

Em determinado momento, Lucinha Mota foi impedida de entrar na escola estadual, onde o governador estava no bairro João de Deus.

Em alguns momentos, ela grita por ter sido machucada por seguranças do local e chora por não conseguir um diálogo com o governador.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Homem é preso em Jaguarari (BA) por exercer ilegalmente a profissão de dentista há 10 anos

Um homem foi preso por atuar ilegalmente como cirurgião-dentista na cidade de Jaguarari (B…