Caso Beatriz: Após ser acusada de rejeitar CPI, ‘Juntas’ desmente informação, diz site

O mandato coletivo Juntas, do PSOL, desmentiu afirmações sobre o seu posicionamento acerca da instauração da CPI do Caso Beatriz na Alepe.

Após pressão oposicionista, as codeputadas lideradas por Jô Cavalcanti negam oposição à Comissão Parlamentar de Inquérito e dizem ainda estar avaliando se assinam ou não o pedido para a sua abertura.

As parlamentares negam as afirmações feitas no site Caso Beatriz, criado por três deputados como ferramenta para pressionar parlamentares a aderirem ao pedido de abertura da CPI. No endereço digital, consta que a Juntas se recusou a assinar o pedido, sob a justificativa de que a Comissão “mais atrapalha que ajuda”.

O site na internet, segundo as parlamentares, é organizado pela extrema-direita e base de apoio de Bolsonaro em Pernambuco e não condiz com a verdade. (As informações são do Blog do Jamildo)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

América Latina: Primeiro caso de varíola do macaco é confirmado na Argentina

O primeiro caso de varíola do macaco foi confirmado na América Latina na sexta-feira (27).…