Casa de Eduardo Cunha amanhece cercada pela Polícia Federal

0

cunha

A residência oficial do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), amanheceu cercada por três viaturas da Polícia Federal na manhã desta terça-feira (15/12). Cerca de 12 homens da PF isolam a entrada e não deixam ninguém passar. A corporação cumpre 53 mandados de busca e apreensão no local e em outros endereços, entre eles o gabinete da Diretoria-Geral da Câmara Federal.

A ação foi autorizada pelo ministro Teori Zavascki, do Supremo tribunal Federal (STF). O pedido foi feito pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, referente a sete processos instaurados a partir de provas obtidas na Operação Lava Jato.

Também foram realizadas buscas nas residências do deputado federal Aníbal Gomes (PMDB-CE) e do senador Edison Lobão (PMDB-MA) e em endereços do ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves, e do da Ciência e Tecnologia, Celso Pansera, ambos do PMDB, e do ex-presidente da Transpetro Sergio Machado. A operação está sendo feita ainda na casa de Cunha em um condomínio na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro.

Os mandados estão sendo cumpridos no Distrito Federal (9), São Paulo (15), Rio de Janeiro (14), Pará (6), Pernambuco (4), Alagoas (2), Ceará (2) e Rio Grande do Norte (1).

A ação, batizada de Catilinárias, tem como objetivo coletar provas nos inquéritos que apuram se o presidente da Câmara cometeu os crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Catilinárias são uma série de quatro discursos célebres do cônsul romano Cícero contra o senador Catilina, que planejava tomar o poder e derrubar o governo republicano.

Buscas e apreensões

As buscas, segundo a Polícia Federal, ocorrem na residência de investigados, em seus endereços funcionais, sedes de empresas, em escritórios de advocacia e órgãos públicos. Eles têm como objetivo principal evitar que provas importantes sejam destruídas pelos investigados.

Foram autorizadas também apreensões de bens que possivelmente foram adquiridos pela prática criminosa. Os investigados, na medida de suas participações, respondem a crimes de corrupção, lavagem de dinheiro, organização criminosa, entre outros. (Metrópole).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Motocicleta clonada é apreendida com menor de 17 anos no bairro Alto do Cocar em Petrolina (PE)

A Guarda Civil de Petrolina (PE) foia cionada, após denúncia de perturbação do sossego na …