Campanha alcança valor necessário e corpo de Camila Monteiro será trazido para Petrolina 

A campanha solidária, lançada essa semana, para conseguir recursos e assim conseguir trazer o corpo da estudante Camila Monteiro para Petrolina (sua cidade natal) alcançou o valor necessário.

Camila morava na Bolívia há cerca de oito anos. Ela faleceu no domingo (14) após tropeçar e cair gravemente com o rosto no chão na praça Cala Cala, na zona norte de Cochabamba.

O translado do corpo será possível graças a vaquinha solidária.  A família de Camila divulgou uma nota na quarta-feira (17), agradecendo a todos que contribuíram para a campanha. O irmão dela, Leonardo Monteiro informou que já está no Consulado Brasileiro em Cochabamba, na Bolívia, para tratar dos trâmites de remoção do corpo da estudante.

Fechado para comentários

Veja também

Construtora Jotanunes esclarece sobre últimos acontecimentos envolvendo o empreendimento Vila Verde em Perolina (PE)

NOTA DE ESCLARECIMENTO Em virtude dos últimos acontecimentos envolvendo o empreendimento V…