Câmara protocola CPI do Vazamento de Óleo em meio a crise no Nordeste

A Câmara dos Deputados, por meio do deputado João Campos (PSB-PE), protocolou na tarde desta quarta-feira (23) a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar as causas do vazamento de petróleo que atinge a costa nordestina.

Até a noite da terça-feira (22), o deputado tinha recolhido mais de 230 assinaturas de parlamentares da oposição, “centrão” e partidos mais alinhados a Jair Bolsonaro. “A gente quer dar um protagonismo à Câmara nesse momento, entendendo que é fundamental um espaço que crie soluções e que tente ajudar o Nordeste.”, afirmou João Campos à CartaCapital.

O deputado afirmou que a CPI quer estabelecer linhas de investigação para encontrar a fonte originária do vazamento, mas também acompanhar o que foi feito pelas autoridades para mitigar os danos. Até o momento, as investigações do governo federal são inconclusivas em relação à fonte dos vazamentos.

De acordo com a Marinha brasileira, mais de 900 toneladas de resíduos foram recolhidos até o momento. Na última atualização divulgada pelo Ibama, 200 localidades do litoral nordestino já tinham sido atingidas.

Fechado para comentários

Veja também

Aeroporto de Petrolina (PE) já recolheu mais de 100 objetos perdidos pelos passageiros desde março de 2022

A CCR Aeroportos, concessionária que administra o Aeroporto de Petrolina desde março deste…