Bolsonaro pede a governadores veto a reajuste de salário de servidores

O presidente Jair Bolsonaro, ministros e os presidentes da Câmara e do Senado, Rodrigo Maia e Davi Alcolumbre, participaram por videoconferência de reunião com governadores de todo o Brasil na manhã desta quinta-feira (21). A reunião começou por volta das 10h10 e se resumiu a discussões sobre o congelamento dos reajustes de salários dos servidores públicos até o final de 2021 e acerca do socorro financeiro aos estados e municípios. Na reunião, Bolsonaro se comprometeu a sancionar o projeto “o mais rápido possível”.

Aprovado pelo Senado Federal, o projeto de de Lei Complementar (PLP 39/2020), que cria o Programa Federativo de Enfrentamento ao Coronavírus para prestar auxílio financeiro de até R$ 125 bilhões a estados, Distrito Federal e municípios, aguarda sanção presidencial.

“Alguns perderam seus empregos, outros estão tendo salários reduzidos, os informais foram duramente atingidos nesse momento. Vamos buscar maneiras para que, ao restringirmos alguma coisa [reajuste] até 31 de dezembro do ano que vem para os servidores da União, dos estados e dos municípios, nós possamos vencer essa crise”, afirmou o presidente ao defender o congelamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

MPPE recomenda a Petrolândia, Floresta e outros 15 municípios seguir com vacinação de grupos prioritários

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE), por meio de Promotorias de Justiça locais, expe…