Bolsonaro diz que palavra final sobre uso de máscaras caberá a governadores e prefeitos

Após anunciar que o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, estava preparando um “parecer visando desobrigar” o uso de máscara por pessoas imunizadas contra a Covid ou que já haviam sido infectadas pelo coronavírus, o presidente Jair Bolsonaro disse nesta sexta-feira (11) que caberá aos prefeitos e governadores dar a palavra final sobre o assunto.

“Ontem [quinta-feira (10)] pedi para o ministro da Saúde fazer um estudo sobre máscara. Quem já foi infectado e quem tomou a vacina não precisa usar máscara. Mas quem vai decidir é ele, vai dar um parecer. Se bem que quem decide na ponta da linha é governador e prefeito. Eu não apito nada, né? Segundo o Supremo, quem manda são eles. Mas nada como você estar em paz com a sua consciência”, disse Bolsonaro a jornalistas na entrada do Palácio da Alvorada antes de embarcar para uma agenda no Espírito Santo.

Ao discursar em uma cerimônia de anúncios de medidas para o setor do turismo na tarde de quinta-feira, Bolsonaro disse que havia solicitado a Queiroga um parecer para desobrigar o uso do equipamento de proteção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Juazeiro (BA) realiza Dia D de vacinação contra a gripe

A Prefeitura de Juazeiro, através da Secretaria de Saúde, realizou neste sábado (19), em t…