Bispo da Diocese de Juazeiro (BA) publica mensagem em defesa das populações atingidas e ameaçadas por mineradoras na região

O Bispo da Diocese de Juazeiro (BA), Dom Beto Breis, tornou pública uma Mensagem em defesa das populações atingidas e ameaçadas por mineradoras na região. No texto, nosso bispo diocesano se solidariza com o sofrimento das comunidades e, recordando os episódios de Mariana e Brumadinho, alerta para o risco de uma morte “a conta-gotas” semeada e cultivada pelos que “colocam no centro o lucro e seus interesses”.

Duas situações em especial são citadas. A primeira delas é comunidade de Angico dos Dias em Campo Alegre de Lourdes (BA), atingida por mineradora que explora as riquezas naturais da região, em prejuízo da saúde e da paz da população local, afligida pelo ar poluído com poeira tóxica, a contaminação do lago local e impactada por explosões constantes.

Dom Beto em sua mensagem lembrou ainda as diversas comunidades ao redor da Serra da Bicuda, no interior de Sento-Sé (BA), que se encontram ameaçadas pela vinda de mineradoras que se instalam na região. A vinda “foi autorizada e anunciada por órgãos competentes sem que fossem ouvidos aqueles que sofrerão seus impactos em suas vidas e na natureza com a qual tem uma relação de interdependência, a começar pelas águas do Velho Chico”, diz a mensagem.

No texto o Bispo ressalta o trabalho das Pastorais sociais que buscam dar voz às comunidades. “Deus está ao nosso lado, pois ele é o dono de tudo”, com esta frase de uma jovem senhora, moradora do interior de Sento Sé, Dom Beto relembrou ainda às autoridades públicas sua “tarefa de ouvir as populações em questão e tomarem a defesa dos seus interesses”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Juazeiro (BA): No boletim epidemiológico desta segunda-feira (18), cidade registrou 20 novos casos e um novo óbito

Juazeiro (BA) registrou 20 novos casos do novo coronavírus nas últimas 24 horas. A informa…