Bahia: Com dificuldade para comprar Sputnik V, governo avalia adquirir outra vacina chinesa para o estado

O governador da Bahia, Rui Costa, afirmou nesta quarta-feira (27) que estuda adquirir a vacina contra Covid-19 produzida pelo laboratório estatal chinês Sinopharm. A medida surge como opção diante das dificuldades do estado de comprar a Sputnik V, imunizante produzido pelo governo russo, que não recebeu aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para uso no Brasil

Devido à negativa, a Bahia ingressou com ação no Supremo Tribunal Federal (STF) para obrigar o órgão a analisar e autorizar a distribuição da vacina.

Caso consiga acordo com a Sinopharm, o Brasil teria duas vacinas chinesas em aplicação no país. Produzida pelo laboratório chinês Sinovac em parceira com o Instituto Butantan, de São Paulo, a Coronavac foi o primeiro imunizante a ser usado em campanha de vacinação em massa contra Covid-19 em solo brasileiro.

(Bahia Notícias)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Juazeiro (BA) registra mais uma morte pelo coronavírus; taxa de ocupação em UTI Covid-19 chega a 96% neste domingo (07)

Juazeiro registrou um óbito por complicações da Covid-19 e 9 novos casos da doença nas últ…