Artigo do leitor: Descaso e omissão do município, um recado para prefeita Suzana Ramos de Juazeiro (BA)

Artigo do leitor Weydson Miranda

DESCASO E OMISSÃO DO MUNICIPIO

Não é nenhuma novidade que a população de Juazeiro vem sofrendo há anos com problemas de alagamentos recorrentes devido às chuvas, que, diga-se de passagem, não são constantes, mas sempre que acontecem causam vários prejuízos materiais e transtornos aos moradores de determinados bairros. O bairro Jardim dos Universitários, mais precisamente a Rua dos Pinheiro (onde fica o famoso Colégio Militar e a Escola Municipal Maria de Lourdes Duarte) é exemplo claro desses alagamentos.

O que se questiona aqui não é a intensidade das chuvas, que independe, pois, qualquer “chuvinha” transforma a citada rua em um verdadeiro lago, os moradores não conseguem sequer sair de suas casas para exercerem qualquer atividade. (Como comprovam as fotos e vídeos enviados).

Moradores do bairro tentam incansavelmente contactar o poder público em busca de soluções definitivas que deem a estes o mínimo necessário para gozarem de dignidade em suas moradias, “SEM RETORNO”. O Município de Juazeiro, através da secretaria de obras, assim como o senhor Charles Leal, secretário de Serviços Públicos são omissos na prestação de serviços, digo isto porque tentei inúmeras vezes contato com o referido secretário, não obtive retorno algum.

É responsabilidade do Município fornecer, organizar e prestar os serviços públicos essenciais de interesse local, isso incluiu o sistema de escoamento das águas pluviais, conforme art. 30, V, da nossa Carta Magna:

Art. 30. Compete aos Municípios:
V – organizar e prestar, diretamente ou sob regime de concessão ou permissão, os serviços públicos de interesse local, incluído o de transporte coletivo, que tem caráter essencial;

A situação descrita da Rua dos Pinheiros, pode não ser a mais grave do município, afinal sabemos que existem, em Juazeiro, situações bem difíceis quando o assunto é chuva, mas o que se questiona/cobra é uma solução definitiva, a qual não acontece por conta de uma deficiência dos serviços de drenagem, algo que certamente tornaria possível suportar chuvas muitas vezes em nível comum e totalmente previsível.

É preciso ressaltar ainda, que serviços paliativos mais simples como purificações dos bairros e das ruas da cidade também diminuiriam o transtorno, mas infelizmente o poder público escusa-se de sua responsabilidade, não toma as medidas necessárias como limpeza e manutenção de bueiros e galeria para coleta de águas pluviais.

É nítida a responsabilidade do Município na falha aos serviços prestados. Há omissão, há um descaso, pois estão cientes dos problemas enfrentados por estes moradores e nada fazem para solucionar.

OBSERVAÇÃO IMPORTANTE: Os alunos da escola municipal não conseguem adentrar a escola, ficam sem aula, pois a rua tornar-se intransitável, ou seja, o prejuízo é muito maior do que se pode mensurar.

Fechado para comentários

Veja também

Simão Durando anuncia projeto de pavimentação em 16 bairros de Petrolina (PE); veja se o seu está na lista

O prefeito Simão Durando anunciou nessa terça-feira, (23) durante participação no Programa…