Após diagnósticos de sarampo, Pernambuco entra em estado de alerta

0

Após a confirmação de quatro casos de sarampo em Pernambuco, a Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) alertou sobre a importância da prevenção por meio da vacinação. Os diagnósticos, confirmados pela Fiocruz Rio de Janeiro, são de três pessoas que viajaram em excursão para Porto Seguro, na Bahia, e um paciente que manteve contato com o grupo.

Segundo a superintendente de Imunização da SES-PE, Ana Catarina de Melo, Pernambuco está em estado de alerta. “Estamos tendo surtos de sarampo em outros estados; como há pessoas circulando entre essas localidades, é preciso vacinação”, afirmou a superintendente.

“Pedimos que a população procure o serviço de vacinação mais próximo de suas residências”, disse Ana Catarina. “As pessoas que estão na faixa etária e não tomaram a vacina precisam procurar o serviço de vacinação e atualizar mesmo se não forem viajar”, complementou.

A vacina tríplice viral, que protege contra o sarampo, rubéola e caxumba, é oferecida rotineiramente disponível nas salas de vacina dos municípios. A imunização com a tríplice deve seguir o seguinte esquema: pessoas de 12 meses a 29 anos de idade devem tomar duas doses de tríplice viral com intervalo mínimo de 30 dias entre elas; já indivíduos de 30 a 49 anos de idade não vacinados devem tomar uma dose da vacina. O Ministério da Saúde não indica a vacinação para maiores de 49 anos, sob a justificativa de que as pessoas dessa faixa etária provavelmente já tiveram sarampo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Amor e ódio serão discutidos na 6ª Jornada de Estudos em Psicanálise da Univasf

Com o tema “Amor, ódio e indignação em tempos de cólera”, a VI Jornada de Estudos em Psica…