Após briga, filho mata a mãe a facadas e fica com o corpo em casa por três meses

Um jovem de 23 anos foi preso em flagrante, suspeito de matar a mãe e ocultar o corpo dela na cidade de Cruz das Almas (BA).

A vítima, Rita Amaral dos Santos, de 62 anos, estava desaparecida há cerca de três meses. Uma filha adotiva da idosa estranhou a falta de notícias da mãe e resolveu procurá-la. O suspeito teria usado pó de café para inibir o odor do corpo.

O delgado Felipe Ghiraldelli, titular da Delegacia Territorial de Cruz das Almas, informou que a morte foi provocada após uma confusão entre mãe e filho.

“Este é um fato inusitado, um fato que não é muito comum de ocorrer em qualquer delegacia. Mas um filho que morava junto com a mãe, de acordo com o que ele falou, teria tido um desentendimento com a mãe por alguns motivos, e ela tentou agredir ele com uma faca. Ele na tentativa de se defender, tinha atingido ela com os golpe de faca, levando esta vítima a óbito. O que chamou a atenção, é que ele deixou o corpo dela na sala, enrolado em um lençol, e para desfazer o odor, ele jogava borra de café. Foram três meses, isso chamou a atenção, pois a movimentação da casa tinha diminuído e alguns parentes que tentavam fazer contato, nãos conseguiam”, disse.

O suspeito foi encaminhado para a delegacia de Cruz das Almas por policiais militares e segue à disposição da Justiça.

Fechado para comentários

Veja também

Veículo roubado em Recife (PE) é recuperado pela PRF em Petrolina (PE)

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) recuperou uma caminhonete Montana durante fiscalização …