Após ‘afastar’ Lossio, REDE indica voto em Dani Portela no primeiro turno

A Comissão Executiva Estadual da Rede anunciou, nesta segunda-feira, que vai pedir votos para Dani Portela, candidata ao governo do PSL, depois de ter anunciado que estava afastando o candidato Julio Lossio, que recebeu apoio de bolsonaristas no Estado.

Veja abaixo os termos da resolução

Em reunião extraordinária realizada em 30/09/2018, no Hotel Samburá, em Olinda, a Comissão Executiva Estadual da Rede Sustentabilidade – Pernambuco definiu a seguinte Resolução Política:

1) Considerando a decisão unânime da Direção Nacional da Rede Sustentabilidade de expulsar, por infidelidade partidária, o ex-filiado e ex-candidato ao Governo de Pernambuco, Júlio Lóssio;

2) Considerando que, mesmo após a expulsão do ex-candidato ao governo estadual, o partido mantém suas candidaturas proporcionais e as candidaturas ao Senado do Pastor Jairinho e de Adriana Rocha, e que essas candidaturas reafirmam seu compromisso com a plataforma programática da REDE, com a candidatura de Marina Silva à presidência e se colocam como uma alternativa à velha política ainda predominante em Pernambuco e no Brasil;

3) Considerando a proximidade programática da REDE/PE com a candidatura de Dani Portela ao governo do estado, como uma alternativa de renovação da política pernambucana e a importância de fortalecer a participação das mulheres na disputa dos espaços institucionais;

A Rede Sustentabilidade/Pernambuco, no primeiro turno da eleição para governador, indica aos seus candidatos, filiados, simpatizantes e eleitores, o voto na candidata Dani Portela (PSOL), face ao seu compromisso com um projeto de desenvolvimento sustentável para Pernambuco e para o Brasil que contempla as minorias e a riqueza da diversidade, bem como sua luta por um mundo politicamente democrático e socialmente justo. (Blog de Jamildo)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Caixa paga abono salarial para nascidos em janeiro e fevereiro

Cerca de 3,4 milhões de trabalhadores nascidos em janeiro e fevereiro começam a receber, n…