Ameaça de massacre em escola de Petrolina (PE) assusta pais e alunos; Secretaria de Educação emite nota

Em nota, a Secretaria de Educação de Petrolina (PE) esclareceu sobre mais uma ameaça com ‘pichações’ de um suposto “massacre” na Escola Municipal Júlia Elisa Coelho, no bairro Alto do Cocar.

Nota

A Secretaria de Educação, Cultura e Esportes repudia qualquer tipo de violência e informa que, ao ficar ciente do fato ocorrido na Escola Municipal Júlia Elisa Coelho, no bairro Alto do Cocar, a direção da instituição prontamente acionou a Patrulha Escolar, por meio da Guarda Civil e a psicopedagoga da Rede Municipal de Ensino, Zélia Vasconcelos, com o objetivo de garantir a segurança dos estudantes. A gestão ressalta, também, que toda a comunidade escolar foi informada e assistida, o ambiente escolar preservado e as aulas aconteceram normalmente.

A Secretaria ainda destaca que várias medidas estão sendo implementadas nas escolas municipais, junto às crianças e adolescentes, entre elas ações e projetos de prevenção e mediação de conflitos, enfrentamento à violência e cultura de paz, em parceria com a Patrulha Escolar.

Fechado para comentários

Veja também

Candidatos iniciam campanhas eleitorais nesta terça-feira (16)

A partir desta terça-feira (16), os candidatos podem iniciar as propagandas eleitorais de …