Ambientalista Victor Flores convida ativista e ator Rodrigo França para debater meio ambiente e racismo em Petrolina (PE)

O ator, diretor, dramaturgo, artista plástico, filósofo e cientista social, Rodrigo França, nome de destaque do ativismo pelos direitos da população negra no Brasil, vai desembarcar em Petrolina. A convite do ambientalista Victor Flores, o multifuncional Rodrigo França vai visitar a capital do sertão pernambucano entre os dias 25 e 30 de maio, na ação que recebeu o nome de Conexão Rio-Sertão.

Na programação, além de visitas a pontos importantes para os petrolinenses como o Rio São Francisco e alguns povoados, uma live vai discutir a importância da literatura na construção de uma geração com consciência de raça e ambiental. A dupla ainda está preparando um projeto infantil para abordar questões ambientais e raciais que terá como personagem principal Aziza, uma abelha negra, da espécie mandaçaia, com registros de ocorrência no nordeste, nos estados de Alagoas, Bahia, Paraíba, Pernambuco e Sergipe.

“Estou muito honrado em recebê-lo e pelo aceite de trilhar uma narrativa juntos em defesa do meio ambiente. Um grande incentivo para minha carreira profissional enquanto escritor, ambientalista e ativista social já que nos dias de hoje as preocupações com o ser humano e com o desenvolvimento sustentável se tornam essenciais para o futuro das próximas gerações. Tenho certeza de que este é apenas o início de uma grande, importante e bela parceria”, pontuou um entusiasmado Victor Flores ao comentar sobre a visita de Rodrigo França.

De malas prontas pro sertão, o ativista carioca destacou a importância da união de ideias em torno do mesmo ideal, considerando as características de cada cidade e/ou região. “Todas as conexões são importantes. Elas representam a soma de pautas, de arte e de lutas, visando uma organização mais efetiva principalmente quando a gente pensa no Brasil, país com uma dimensão continental. Por isso a gente precisa estar interligado, estar no diálogo, pra saber das especificidades de demandas e o que cada um pode agregar, pode apoiar o outro. A gente fala tanto em ubuntu, nós por nós e esse projeto é justamente isso, nós por nós”, vibra Rodrigo França.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Ouricuri (PE): Polícia prende dupla acusada de roubo de motocicletas

Na terça-feira (15), dois jovens de 19 e 25 anos foram presos suspeitos do roubo de motoci…