Alepe: Deputados debatem casos de violência em Pernambuco

O aumento dos índices de violência em Pernambuco e a necessidade de uma ação mais efetiva do Governo Estadual para conter a criminalidade pautaram discursos, no Plenário da Alepe, essa semana.

Delegada Gleide Ângelo (PSB) registrou os 41 homicídios ocorridos em Pernambuco no último fim de semana. Na avaliação da parlamentar, o plano Juntos pela Segurança “não tem efetividade”, e a área de segurança pública demonstra falta de planejamento, monitoramento e integração nas ações de repressão ao crime. A deputada defendeu a realização de uma audiência pública, com a participação de especialistas, que aponte caminhos para conter a alta de homicídios no Estado. “Alguém consegue achar isso normal? Eu, que estou na polícia há 20 anos, digo: não é normal. Isso é você passar de todos os limites do razoável”, afirmou.

Luciano Duque (Solidariedade) fez um apelo ao Governo do Estado pela implantação de um Batalhão Integrado Especializado (Biesp) em Serra Talhada, no Sertão do Pajeú. Para o deputado, o equipamento é urgente e necessário para combater assaltos, enfrentar o tráfico de drogas e desarticular grupos de extermínio no município, onde, segundo ele, os índices de violência são cada vez mais alarmantes. O parlamentar ressaltou que a gestão municipal já doou um terreno para implantar a unidade da Polícia Militar em uma área estruturada e próxima ao centro da cidade.

Fechado para comentários

Veja também

Sertão do São Francisco: Faz calor nessa quarta-feira

A previsão para essa quarta-feira (24) é de calor em Petrolina (PE) e Juazeiro (BA). Os te…