Advogado de Petrolina é candidato a Desembargador de Pernambuco

0

Antônio

O advogado petrolinense Antônio Alves Melo Junior vem atuando no Vale do São Francisco há mais de 20 anos. Formado em Campina Grande, Paraíba, se especializou na área trabalhista, na qual trabalha de maneira exclusiva há cerca de 15 anos. Hoje, ele está disputando a uma das vagas para desembargador pelo Quinto Constitucional no Tribunal Regional da 6ª região. É o primeiro candidato de Petrolina que concorre a vaga. “Tenho interesse de ser desembargador não só pelo “filing”, mas pela sensibilidade que eu, enquanto advogado, desenvolvi ao longo de duas décadas, escutando a população e levando para os tribunais os clamores do povo”, ressalta.

Mais de 20 mil advogados irão eleger seis nomes que serão submetidos ao Pleno do Tribunal de Justiça de Pernambuco – TJPE. Destes seis, três nomes serão enviados ao governador Paulo Câmara, para que escolha o novo desembargador de Pernambuco.

Antônio Alves Melo Junior está concorrendo a vaga com mais outros 18 advogados, mas conta que se sente confiante. “Você tem que sentir preparado, porque além de representar a sociedade, vai representar os advogados também, e são eles que escolhem você. Além de dar, também, a tua contribuição aos demais desembargadores, caso eleito. É uma missão triplicada. Eu me sinto seguro para exercer os trabalhos de desembargador junto ao tribunal regional da 6ª região, pelo tempo de experiência que eu tenho. Mas, só em ser candidato, já é motivo de uma grata alegria, porque estão reconhecendo o meu nome”, destaca.

Segundo Melo Junior, concorrer a essa vaga não era um proposito direto, nem uma meta estabelecida, no entanto, cogitou a possibilidade devido ao seu histórico familiar e pelo apoio e incentivo dos amigos.

“A minha família, desde a década de 70, atua dentro da causa jurídica. Temos advogados, promotores, juízes e tudo mais. Não é por opção, a gente faz porque gosta. Ultimamente, surgiu essa vaga e muitos amigos sugeriram que eu lançasse minha candidatura. Amigos de Petrolina, muitos amigos de Recife, inclusive o Dr. Silvio Neves, que me incentivou bastante. Ele disse assim: ‘Melo concorre a uma vaga de desembargador no TRT, porque é uma coisa que se parece com você e você é um candidato que seria do interior’. Então, eu vim a ter essa oportunidade pela representatividade que os amigos acham que eu tenho”, explica.

A Eleição da chapa que vai compor o quinto constitucional está prevista para ocorrer no dia 26 de fevereiro, em Recife. O escolhido vai ocupar a vaga de Gustavo Lima, que se aposentou em julho do ano passado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Petrolina (PE): Julio Lossio Filho descarta possibilidade de ser articulador da oposição na Câmara e afirma que esse papel é dos vereadores eleitos

Questionado se seria o articulador da oposição na Câmara Plínio Amorim, em Petrolina (PE),…