Adolescente de 13 anos revela motivo de ter matado a mãe e o irmão e tentado matar o pai: “Me sentia pressionado”

Um adolescente de 13 anos confessou à polícia que matou a mãe e o irmão, além de deixar o pai ferido. O crime ocorreu no sábado (19), em Patos na Paraíba. O jovem admitiu que cometeu o ato porque foi proibido de usar o celular para conversar com amigos e jogar e era constantemente cobrado por boas notas na escola.

O garoto foi apreendido e levado para a Delegacia de Homicídios e Entorpecentes de Patos. Segundo o delegado Renato Leite, ele contou que o pai, antes de ir à farmácia para comprar remédios para a mãe, tomou o celular dele.

Enquanto o pai, um sargento reformado da PM de 56 anos, estava fora, o garoto pegou a arma e atirou na cabeça da mãe e, em seguida, tentou atirar no irmão, que tentou fugir.

Depois de cometer o crime, o adolescente guardou a arma e chamou o Samu, alegando que a família tinha sido vítima de um assalto. A Polícia Civil foi acionada e, com o avançar das investigações, soube que o jovem cometeu o crime. Na delegacia, ele confessou e deu a justificativa para o ato.

“Eles viviam me pressionando por causa de nota na escola, não deixavam eu fazer quase nada e seu tirasse nota baixa me batiam de cinto”, revelou o adolescente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Granito (PE): Homem mata cachorro e ameaça os pais com foice

Um homem foi preso em Granito (PE), após matar um cachorro e ameaçar os próprios pais com …