Software desenvolvido na Univasf auxilia na avaliação física de crianças e adolescentes

0

uni

Um software gratuito para realização de avaliação do perfil de saúde de crianças e adolescentes foi desenvolvido pelo estudante Marcos Vinicius Oliveira Carneiro, do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde e Biológicas (PPGCSB), da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf). O Software de Avaliação Física Online (S@fo) é parte da dissertação de mestrado de Carneiro, elaborada sob a orientação do professor do Colegiado de Educação Física Ferdinando Oliveira Carvalho.

O S@afo é o primeiro software do Brasil a fornecer uma avaliação física online do público jovem e infantil e visa auxiliar os profissionais de educação física no direcionamento das atividades desenvolvidas pelos seus alunos. O registro do software, que está disponível no site do Grupo de Estudos e Pesquisa em Genética e Exercício (Gepegene), já foi solicitado ao Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI).

A avaliação física feita pelo S@fo se dá por meio da realização de testes motores e de dados referentes à composição corporal do avaliado. Devem ser inseridas no sistema informações da performance do aluno em corrida, caminhada, arremesso e salto, além de medidas de massa corporal, altura, pressão arterial, entre outras. O software apresenta tutoriais com imagens que ajudam na realização desses testes para a garantia de resultados precisos na avaliação física. Para utilizá-lo, os interessados devem realizar um cadastro e seguir as instruções disponíveis no site.

Após a inserção dos dados, será gerado um relatório de desempenho, baseado em referências nacionais e mundiais, para que os profissionais direcionem os exercícios de cada aluno conforme as necessidades indicadas. “A intenção é também atuar como instrumento de auxílio na qualidade de vida de crianças e adolescentes e contribuir para as pesquisas envolvendo a temática”, explica Carneiro.

Educadores físicos e escolas de todo o Brasil podem utilizar o software por meio das avaliações, que podem ser individuais e em grupo. De acordo com o professor Ferdinando Carvalho, o S@fo irá facilitar e melhorar a atuação dos profissionais. “Os professores vão poder prescrever exercícios conforme o desempenho dos seus alunos e ainda fazer comparações periódicas dos relatórios para acompanhar os seus desenvolvimentos”, ressalta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Família petrolinense viaja para Brumadinho (MG) em busca de informações de inspetor de máquinas que está desaparecido

Cláudio Márcio dos Santos, de 46 anos está entre os desaparecidos da tragédia do rompiment…