Representantes dos serviços públicos de saúde se reuniram para discutir os problemas da rede PEBA

0

eles1

Representantes de unidades de serviço público de saúde da região se reuniram pela primeira vez para discutir a atual situação da rede de atendimento PEBA, que abrange municípios dos estados da Bahia e Pernambuco.

A reunião ocorreu no auditório da Gerencia Regional de Saúde (VIII GERES) e contou com representantes do HU-Univasf, Hospital Dom Malan/IMIP, APAMI, Secretaria Municipal de Saúde de Petrolina, Samu, UPAEs de Juazeiro e Petrolina e da Unidade de Regulação de Leitos da Rede PEBA. Na ocasião, todos tiveram oportunidade de expor suas dificuldades e fazer proposições visando à superação das dificuldades.

Os profissionais do HU-Univasf ressaltaram os problemas causados pela sobrecarga na demanda por atendimentos. As dificuldades vivenciadas pelas unidades de saúde básica dos municípios e pela rede de regulação vem causando a superlotação do hospital.

O superintendente do HU-Univasf,Ronald Mendes, fez uma avaliação sobre o encontro: “A reunião de ontem foi importantíssima. Foi a primeira de várias que ocorrerão entre as unidades de saúde Petrolina e Juazeiro. O objetivo é definir  o perfil assistencial de cada uma das instituições,  quais papeis que elas devem desempenhar na rede e quais serão as referências para o atendimento de média e alta complexidade”, afirmou.

O principal desdobramento da reunião foi a criação de dois grupos de trabalho que atuarão de forma efetiva na reestruturação da rede PEBA. Um dos grupos está responsável pela tarefa de definição de perfis assistenciais das unidades, fazendo todo o levantamento das potencialidades e dificuldades de cada uma, em seguida, formalizando as responsabilidades das instituições dentro da rede. O segundo grupo de trabalho está responsável pela institucionalização dos procedimentos de atendimento das cirurgias eletivas, que hoje consiste em uma importante demanda reprimida na região.

O superintendente ainda ressaltou as consequências positivas do envolvimento e cooperação entre as unidades de saúde: “Diante da disponibilidade dos envolvidos na reunião, há uma grande esperança para que os atendimentos sejam melhores direcionados, deixando para o HU os serviços de média e alta complexidade e que a baixa complexidade seja recebida pela rede básica. Isso vai contribuir fortemente para alcance da fluidez nos atendimentos.”, disse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Bandidos explodem mais posto de atendimento bancário em Pernambuco

Bandidos explodiram o posto de atendimento do Bradesco, na madrugada desta quarta-feira (1…