Relator da Lava Jato no STF autoriza coleta de documentos no gabinete de Eduardo Cunha

0

zavask

O ministro Teori Zavascki, relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal, autorizou a coleta de documento no gabinete do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, do PMDB. Eduardo Cunha é alvo de inquérito que apura se ele foi beneficiado com recursos desviados da Petrobras.

A decisão foi tomada após pedido do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, que já havia afirmado ver elementos fortes para continuar a investigar o parlamentar. Janot quer apurar a origem de requerimento assinado por outro parlamentar que, segundo as investigações, foi uma forma de pressionar empresas envolvidas no esquema de corrupção a pagar propina. Uma das suspeitas é que Eduardo Cunha seja o autor do requerimento.

Teori autorizou prorrogar por mais dois meses o prazo do inquérito contra Eduardo Cunha. O supremo informou que Zavascki autorizou diligências sigilosas no caso da Operação Lava Jato.

Todos os políticos investigados na operação lava jato negam ter envolvimento com desvio de dinheiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também