Público não comparece a audiência pública sobre segurança na câmara de vereadores

2

vazia

Representantes das policiais Rodoviária Federal, Civil, Militar, EPTTC, o  deputado estadual Miguel Coelho, Odacy Amorim, vereadores de Juazeiro (BA) e de Petrolina e do Governo do Estado, estiveram reunidos nessa quinta-feira (14) em audiência para discutir a segurança pública na região do Vale do são Francisco.

O grau de criminalidade fez o vereador Adalberto Bruno Filho tomar a iniciativa para tentar buscar soluções, com tanta criminalidade nas cidades que só registram medo, insegurança e tantos crimes sem solução,

O tema foi discutido não só por autoridades, mas também pela sociedade, que tanto fala de insegurança e nas ruas é fomentada a realidade de um esforço coletivo que poderia tirar muitas dúvidas sobre o motivo de tantos assassinatos, roubos e furtos na região, mas que não compareceu na audiência e a casa estava praticamente vazia e sem público contribuinte.

Foi colocada na plenária, a questão de um número inferior ao mínimo que poderia ser prestado pela segurança dos cidadãos em um trabalhão que não só compete a Polícia Militar e civil, mas também ao Tribunal de Justiça criminal, poder judiciário, Ministério Público, e a sociedade em geral.

Esse apoio da comunidade foi questionado pelo público ausente na sessão pelo Tenente Coronel do 5º Batalhão de Polícia Militar que criticou o comportamento das pessoas em algumas clamarem por segurança só no momento em que se sentem inseguras ou em perigo

“A polícia é um instrumento pago pela sociedade e nós somos preparados para defender as pessoas, e quero que a mídia mostre que o público não compareceu. Às vezes acho que a sociedade é hipócrita, quanto está tudo bem ninguém lembra nem de Deus, mas quando está em perigo aciona a polícia e nós estamos trabalhando e muito. Então as pessoas não digam que a polícia não resolve os crimes. A gente não vai salvar Petrolina não, Eu não sou Jesus Cristo”, disse o Coronel Guerra.

autoridadesGuerra disse ainda que o PCC se instalou de vez na região, mas disse que a PM está trabalhandp na desarticulação dessas quadrilhas que estão exterminando vidas inocentes e algumas que por vingança acabam morrendo.

Para o vereador Adalberto Bruno Filho a audiência foi positiva, mas criticou a ausência do público “Infelizmente as pessoas não compareceram, sei que faltou mais uma articulação e me esforcei, mas esse é o primeiro passo e chegamos há alguns encaminhamentos entre eles o de mais emergência é deixar o batalhão de polícia militar exclusivo para Petrolina e melhorar a estrutura da Polícia e todos os encaminhamentos serão levados ao Governador”, disse.

liraO representante do Governo e da Casa Civil no Sertão do São Francisco, Coronel Lira,  Apontou que audiência obteve resultados e que a partir de agora, o Governo irá reforçar o pacto pela vida, onde segundo ele, mais de 1.000 soldados serão convocados para reforçar a segurança e que foi aberto concurso para a inserção de 1.500 soldados.

“Antes a situação era pior os dados de criminalidade eram maiores que o atual. Hoje sentimos que melhoramos no atendimento a população, nós tínhamos um cemitério de viaturas paradas, mas é claro que a população cresce e precisamos investir mais, antes do pacto pela vida, as policias queriam trabalhar uma querendo ser melhor que a outras e isso mudou”, finalizou.

2 Comentários

  1. Luiz Domingos de Carvalho

    15 de maio de 2015 em 11:41

    Jogar pedra nos outros é muito fácil.

    Participar com os outros na formação de boas ideias, pouca gente faz. Por isso a Câmara estava com pouca gente.

    Luiz Domingos de Carvalho
    Presidente da AESA

    Responder

  2. ALÉCIO COELHO

    15 de maio de 2015 em 14:52

    Prefiro ir ao circo!

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Inscrições para o vestibular da Faculdade Soberana segue até amanhã (21) pelo site e até dia (24) na secretaria da Faculdade

Os estudantes interessados em cursar Odontologia na Soberana – Faculdade de Saúde de…