Promotor chama de “omissão do poder público” sobre a conservação da Transnordestina

0

carlan

Mesmo depois Da audiência pública realizada na tarde da última quinta-feira (16), na Câmara de vereadores, em que autoridades políticas e lideranças comunitárias afirmaram que, a prefeitura é a responsável pela Perimetral Transnordestina, o Promotor de justiça de Habitação e Urbanismo Carlan Carlo da Silva, ressaltou que essa decisão agora, está nas mãos do Contran (Conselho Nacional de Trânsito).

É a segunda vez que o promotor, intervém nos conflitos sobre de quem é a responsabilidade pela Transnordestina e desta vez, instruiu um procedimento para que, a titularidade da Avenida seja decidida pelo órgão nacional como punição, por conta da demora provocada pelo jogo de empurra-empurra dos órgãos.

“Para a justiça, o CONTRAN agora vai dizer quem é o responsável pela avenida desde o início da sua obra, mas não descarto que parte da esfera federal, tenha contribuído de alguma forma naquela perimetral”, conclui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

PMBA emite nota de pesar pela morte do soldado Yuri Souza

É com imenso pesar que a Polícia Militar da Bahia informa o falecimento do soldado Yuri Li…