PMs têm férias suspensas para reforçar segurança durante a folia de Carnaval em PE

0

A Polícia Militar de Pernambuco (PMPE) suspendeu as férias do efetivo entre 25 de janeiro e 19 de fevereiro deste ano. De acordo com a determinação, publicada no Boletim Geral da instituição, o objetivo é reunir esforços para garantir a segurança durante o período carnavalesco, que terá como auge o fim de semana prolongado entre os dias 9 e 13 do próximo mês. A medida afetará cerca de 10% dos policiais.

Em nota, a PMPE informou que o “Carnaval exige esse esforço da corporação, face a grandeza do evento popular, tão procurado pelos brasileiros quanto estrangeiros que se deslocam para nosso País e em especial, a este Estado”.

O esquema de segurança para a festa, que envolve também policiais civis e bombeiros militares, costuma ser divulgado pela Secretaria de Defesa Social (SDS) a poucos dias dos maiores eventos, como o desfile do Galo da Madrugada. O efetivo da PM tem cerca de 19 mil pessoas.

A corporação ainda explicou que, num prazo máximo de 30 dias, após o período momesco, “concede férias regulamentares [aos policiais], dentro de um escalonamento, sem prejuízo para a sociedade”. Lembrou, ainda, que a cassação das férias ocorre todo ano, nesse período.

O efetivo também teve o período de descanso adiado de forma emergencial, por determinação da SDS, em parte do mês de dezembro de 2016 e em todo o mês de janeiro de 2017. Na época, o argumento foi a necessidade de reforçar a segurança, uma vez que parte dos PMs havia aderido a uma operação padrão que comprometeu o policiamento nas ruas.

As Forças Armadas chegaram a ser chamadas, dentro de uma ação de Garantia da Lei e da Ordem (GLO), e auxiliaram a segurança pública entre 10 de dezembro e 3 de janeiro. Como o Carnaval veio imediatamente após o período da suspensão, o descanso para policiais que tinham sido afetados foi concedido a partir de 2 de março. (Folha PE)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Justiça determina que Palocci pague multa de RS 40 milhões

A Justiça Federal determinou que Antonio Palocci pague multa de US$ 10.219.691,08 (cerca d…