Petrolina conta com projeto social voltado a usuários de crack e outras drogas

0

No mês em que comemora 123 anos de emancipação política, Petrolina ganha um projeto de ressocialização voltado aos usuários de crack e outras drogas. Nesta quinta-feira (6), o prefeito Miguel Coelho lançou na sede do Centro de Recuperação Evangélico Livres para Servir (CRELPS), o ‘Vidas Coletivas’. A programação contou com a presença dos representantes das instituições que serão beneficiadas, de autoridades do município e das mulheres assistidas pelo CRELPS.

Os convidados foram recepcionados com uma apresentação musical de uma das pessoas assistidas pelo Centro de Recuperação. Na oportunidade, a jovem natural da região de Senhor do Bonfim-BA, compartilhou as dificuldades de vencer o vício e agradeceu a iniciativa da prefeitura.

O projeto da prefeitura é resultado de um convênio com a Secretaria Nacional de Políticas Sobre Drogas (SENAD), no valor de mais de R$ 520.800 mil, que será executado em Petrolina pela Empresa PROJESOL, no período de 1 ano. A expectativa da gestão municipal é reduzir os danos gerados pelo contato com entorpecentes, estimulando e desenvolvendo nos usuários participantes, os valores humanitários; familiares; a responsabilidade e compromisso pessoal e social; bem como o respeito às leis, através de ações integrando qualificação profissional; atividades de cultura; esporte e lazer, além do acompanhamento às políticas setoriais e incentivo ao empreendedorismo cooperativo.

Durante o evento, o prefeito de Petrolina falou sobre a relevância do projeto. “O ‘Vidas Coletivas’ chega para somar as ações do município que acolhem a população mais vulnerável. Estamos implantando um projeto de mais de meio milhão, que serão investidos em qualificação, no entanto, o que é mais importante para a gestão, é o resgate das vidas”. Disse Miguel Coelho.

Instituições beneficiadas

No primeiro ano do projeto, coordenado pela Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos (SEDESDH), através da Secretaria Executiva de Juventude e Direitos Humanos, seis instituições foram selecionadas para participar das atividades. São elas: Centro Pop; Centro de Referência Especializado de Assistência Social de Petrolina (Creas); Centro de Atenção Psicossocial (CAPS AD III); Centro de Recuperação Evangélico Livres para Servir (CRELPS); Comunidade Boa Nova e Associação Agape.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Rede dá mais 24h para Julio Lóssio apresentar defesa; Candidato pode ser expulso

A Comissão da Executiva Nacional da Rede Sustentabilidade concedeu ao candidato a governo …