Petrolina: “Acatar a recomendação do MPPE, seria causar uma crise econômica ao petrolinense”, diz Procurador da Prefeitura

0

Em entrevista ao Programa Edenevaldo Alves, na manhã desta quinta-feira (07), na Rádio Petrolina FM, o Procurador da Prefeitura de Petrolina, Diniz Eduardo, declarou que não cabe ao município de Petrolina aceitar a recomendação do Ministério Público de Pernambuco (MPPE) já que a cidade não teve nenhum prejuízo, pois antes mesmo do fim da greve dos caminhoneiros, que gerou a crise dos combustíveis, a cidade já tinha retornado a sua normalidade e por isso decreto de situação de emergência foi revogado.

Enquanto ao São João, o procurador afirma que essa é a principal festa do ano. “O São João movimenta mais de R$ 2oo milhões em renda para a cidade, ou seja, um período de lucratividade para o petrolinense. Então, entendemos que seria injusto nesse momento acatar a recomendação do MPPE, pois se assim fizéssemos estaríamos entrando em uma crise econômica do cidadão de Petrolina, por isso vamos manter a festividade.”, explica Eduardo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Dias Toffoli: ‘Atacar o Poder Judiciário é atacar a democracia’

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, divulgou nesta segu…