Paulo Câmara declara apoio a pré-candidatura de Miguel Coelho e diz que Lucas Ramos e Gonzaga Patriota não devem contrariar a decisão do partido

3

camara

Um encontro que durou mais de quatro horas. Assim foi realizada a última Agenda 4o em Petrolina, em um hotel da cidade marcada pelo atraso de mais de três horas do governador Paulo Câmara.

O maior líder do estado mesmo assim foi recebido com entusiamo pelos presentes no encontro local mascado por discursos de unidades e alfinetadas contra a gestão municipal.

Câmara declarou o seu apoio à candidatura do deputado estadual Miguel Coelho como pré-candidato a prefeito de Petrolina e em seu discurso, ressaltou que o PSB local parte para a disputa em busca do diálogo e união sem a política pequena e sem ‘baixaria’.

“Vamos ter uma caminhada sem baixaria em Petrolina porque o nosso partido é maior que isso. Teremos uma eleição que irá buscar a unidade e não tenho dúvida que o PSB fará uma política com a verdade. Em Petrolina a preparação é forte porque Miguel Coelho não descansou um minuto. Ele vai fazer campanha sem o jogo baixo da política pequena buscando a unidade. Quero que Miguel siga em frente e ele terá um governador que estará sempre ao seu lado e conversando. O PSB se orgulha em anunciar a pré-candidatura de Miguel Coelho”, destaca o governador.

Questionado sobre como irá conduzir o partido sem os possíveis apoios de Lucas Ramos e Gonzaga Patriota que afirmam fielmente não acompanhar o grupo do senador Fernando Bezerra Coelho, Paulo Câmara diz que ainda vai tentar uma conversa com os dois e que eles devem seguir as normas do partido em apoiar o candidato escolhido.

“Vou conversar com  eles, já tive um contato recente com Gonzaga e ainda tem espaço para o diálogo com Lucas Ramos, sabendo que vou trabalhar com a certeza da candidatura de Miguel Coelho em Petrolina. Os filiados do partido precisam saber que nosso trabalho é voltado para a unidade e Lucas e Gonzaga estariam contrariando uma decisão do partido não apoiando Miguel Coelho. As consequências disso só o futuro quem vai dizer”, afirma Câmara.

 

 

3 Comentários

  1. ELEITOR SÁBIO.

    2 de julho de 2016 em 09:23

    O recado foi dado manda quem pode obedece quem tem juízo.
    Mesmo porque de eles são do PSB como vai apoiar outro legenda isso é infidelidade partidária cabe a expulsão.

    Responder

  2. Ana Priscilla

    2 de julho de 2016 em 12:42

    Só se Lucas Ramos e Gonzaga Patriota estiverem loucos para apoiar esses Coelhos e o governador, governador fraco, acabou de jogar a última pá de areia na cova!

    Responder

  3. marivaldo

    2 de julho de 2016 em 19:20

    A era Coelho na gestão de Petrolina ficou no passado, nem Coelho da direita, nem Coelho de centro. O futuro gestor será o indicado por Julio ou será o de centro-esquerda.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Blog na Rua #6 “O caso de Beatriz Angélica será solucionado. Eu tenho certeza!” Afirma Lucinha Mota