Padre é condenado a 5 anos de prisão por Vaticano por posse de pornografia infantil

0
Um padre que trabalhava como assessor na embaixada do Vaticano em Washington foi condenado pelo tribunal do Vaticano a 5 anos de prisão por posse e distribuição de pornografia infantil. O padre teria baixado material pornográfico infantil de dentro de uma igreja em Windsor, no Canadá. O monsenhor Carlo Alberto Capella admitiu ter visto as imagens. Ele classificou o episódio como “um período de fragilidade e crise interior” ocasionada por conta de sua transferência na embaixada do Vaticano. O presidente do tribunal, Giuseppe Dalla Torre, afirmou que o padre continuava acessando o material mesmo depois de ter sido chamado de volta ao Vaticano. Foi o Departamento de Estado americano que alertou o Vaticano sobre uma violação das leis sobre imagens de pornografia. As informações foram transmitidas ao promotor do tribunal, que investigou e pediu colaboração internacional para mais informações.
BN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Em Cabrobó, prefeito Marcílio garante que pagar salários atrasados dos médicos nesta sexta-feira (16)

Os médicos que atendem no Hospital Municipal de Cabrobó fizeram uma advertência à administ…