Osório Siqueira (PSB), Maria Elena (PSB) e Ronaldo Cancão ( PTB), na disputa pela presidência da Câmara em Petrolina

1

foto-quatro

O prefeito eleito Miguel Coelho (PSB), tem que ter muito jogo de cintura, para tentar emplacar o presidente da casa Plínio Amorim do seu grupo político.

Na sessão dessa terça-feira (04) nos bastidores da casa, já se discutia a formação da próxima mesa diretora.

Na situação dois nomes já aparecem com força para a disputa da presidência,  o atual presidente da casa e vereador mais votado da história da cidade, Osório Siqueira (PSB), que obteve quase 5 mil votos e a vereadora Maria Elena Alencar (PSB), segunda mais votada na eleição desse ano com quase 4 mil votos.

Eleito na oposição na coligação do candidato Adalberto Cavalcanti (PTB), o vereador reeleito Ronaldo Cancão (PTB), já avisou que está pronto para disputar a presidência.

A coligação do prefeito eleito Miguel Coelho, elegeu 11 dos 23 vereadores da casa, enquanto que os outros 12 parlamentares conseguiram suas vagas pela oposição.

Para  fazer um dos seus vereadores presidente da casa Plínio Amorim, Miguel precisa primeiro unir sua bancada e em seguida buscar o apoio de pelo menos um vereador da oposição para garantir maioria.

Estamos de olho!

1 Comentário

  1. ROSICLEIDE

    5 de outubro de 2016 em 09:49

    Acho eu que dá PSB

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Brasil tem 2.192 casos de sarampo confirmados

Até o dia 15 de outubro, 2.192 casos confirmados de sarampo foram registrados no Brasil, s…