Ordem Pública orienta sobre comércio e utilização de fogueiras juninas

0

fogueira

Seguindo uma tradição nordestina, que provem do sertão, nas noites das datas comemorativas, que correspondem aos dias 24 e 29 de junho, muitas pessoas acendem fogueiras em louvor aos santos do calendário junino: Santo Antônio, São João e São Pedro, que são homenageados com fogueiras e muita festa. Preocupada em manter essa tradição, a Secretária da Cidade, através da executiva de Ordem Pública orienta sobre como proceder para comercialização e utilização de fogueiras juninas.

Para as pessoas que desejarem comercializar, em vias e logradouros públicos, madeira para queima de fogueira, a secretaria alerta que o exercício da atividade eventual nesses locais, depende de prévia autorização do órgão competente da Prefeitura. Essa autorização poderá ser obtida pelo interessado na Secretaria Executiva de Ordem Pública e Segurança Cidadã.

O secretario executivo de Ordem Pública e Segurança Cidadã, Jota Santos, reforça as orientações sobre a determinação de locais apropriados para comercialização da madeira.

“É importante também informar que, locais como praças, ciclovias, vias de circulação intensa de veículos e de pessoas, assim como nos locais muito próximo a residência não é permitido a comercialização. Existem na cidade alguns pontos possíveis de autorização e comercialização, a exemplo da Avenida Ulisses Guimarães, nas proximidades do CAIC, na Av. Monsenhor Ângelo Sampaio, no espaço entre a via e a murada do prédio do antigo depósito de merenda escolar, na Rua da Apolônio, na área próximo a feira livre, nas laterais da Rodovia BR 428, são exemplos de locais permitidos ”, informou o secretário.

E para as pessoas que pretendem acender uma fogueira, devem no sentido de alerta para evitar acidentes, bem como evitar fogueiras nas vias pavimentadas com asfalto, pois o fogo pode destruir o material asfáltico, deixando a ruas esburacadas, portanto danificadas.

Ainda seguindo recomendações da Ordem Pública, quem desejar comercializar esse tipo de material tem que estar atento para as questões de segurança e higiene com a via pública, tanto para quem reside no entorno dos locais utilizados, como para quem transita pelas vias e logradouros. Os locais ainda tem que dispor de espaço suficiente para estacionamento dos veículos de quem vai comprar o material, a fim de prevenir acidentes de trânsito. É obrigatório deixar alguém responsável pelo madeiro nos locais de venda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Final de semana de sol em Petrolina

Em Petrolina, esse fim de semana promete ser de sol e não chove, segundo o instituto Clima…