OAB irá apurar se execução de advogado em Caruaru (PE) tem ligação com atividade profissional

0

A Ordem dos Advogados do Brasil seccional Pernambuco vai apurar se o assassinato do advogado André Ambrósio Ribeiro da Silva, de 46 anos, tem ligação com a atividade profissional dele. A Comissão de Defesa das Prerrogativas da OAB irá acompanhar de perto as investigações do caso. “Um crime bárbaro, uma execução sumária em circunstâncias chocantes”, afirmou o presidente da OAB-PE , Ronnie Duarte, pedindo urgência na elucidação do assassinato.

O homicídio aconteceu no Loteamento Itamaraty, em Caruaru, na última quinta-feira (13), diante da filha do advogado e da babá dela. Imagens de câmera de segurança mostram o momento da execução. O caso será investigado pelo delegado Rodolfo Bacelar, da 20° Delegacia de Homicídios de Caruaru.

As imagens, que devem ajudar na elucidação do crime, mostram quando a vítima para o carro em frente a uma casa e tira a criança do veículo. Em seguida, um homem armado aborda o advogado, que entrega a criança a babá.

De acordo com o delegado, serão chamados para depor familiares, pessoas que estavam na área no momento do crime e a babá, que foi testemunha ocular do homicídio. Os depoimentos devem ser iniciados ainda nesta sexta-feira (13). “Também vamos verificar se câmeras de segurança de outros imóveis daquela área registraram algo. Isso pode nos ajudar a traçar a rota de fuga”, observou Rodolfo Bacelar.

Carro com placa clonada

O veículo utilizado pelo executor do advogado, um Citroen AirCross, estava com uma placa clonada. Após um rastreamento, um carro com a mesma placa foi apreendido, na última quinta-feira (12), no bairro de Jardim Muribeca, em Jaboatão dos Guararapes. A polícia constatou, no entanto, que o carro usado no crime foi um Citroën Aircross do ano de 2013, enquanto o apreendido é de 2011.

Além disso, o carro encontrado está com um dos faróis quebrados, enquanto o usado no crime estava intacto e a cor dos carros seria aproximada e não idêntica. O automóvel será periciado nesta sexta-feira (13).

O dono do veículo prestou depoimento durante a madrugada e foi liberado. O Citroën possui duas multas antigas, uma por excesso de velocidade e uma, datada do último dia 1 de julho, em que a placa traseira do carro não estaria iluminada à noite.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Celpe decide enviar contas de energia por e-mail

A Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) está enviando para alguns consumidores um e-m…